Atendimento Clínico

(Atendimento em consultório particular na cidade de Campinas-SP)

 

Abordagem Teórica

Gestalt-Terapia

O que é Gestalt-Terapia? A Gestalt-Terapia, também conhecida como Terapia Gestalt, é uma abordagem psicoterápica baseada no ideal experimental do "aqui-agora" e nas relações com os outros e com o mundo, e foi co-fundada por Fritz Perls, Laura Perls e Paul Goodman nos anos 1940-1950. Está relacionada com, mas não é a mesma coisa que, a psicologia gestalt e a psicoterapia teórica gestalt de Hans-Juergen Walter.

Inicialmente baseada nas idéias da psicologia gestalt e na psicoterapia tradicional, a terapia gestalt foi desenvolvida como modelo psicoterapeutico, com uma teoria bem desenvolvida que combina abordagens fenomenológicas, existencialistas, dialógicas e de campo ao processo de transformação e crescimento dos seres humanos.

Perls sempre frisou que a gestalt-terapia não era uma criação original sua, mas, pelo contrário, uma união de vários conhecimentos da área de psicologia, que ainda não havia sido experimentado por ninguém. Cabe a gestalt-terapia a configuração destes conhecimentos, dando a eles uma abordagem própria.

Os métodos e objetivos variam de acordo com os autores, para Perls o objetivo da terapia é saltar do apoio ambiental para o auto-suporte (self-suport). Em outro momento encontramos como objetivo da Gestalt-Terapia a Awareness. Awareness é uma palavra sem conceituação exata para o português, no entanto ela é utilizada para conceituar o que muitos chamam continuum de consciência, para outros seria uma transcendência da consciência de si. Essa consciência refere-se a capacidade de aperceber-se do que se passa dentro de si e fora de si no momento presente, em nível corporal, mental e emocional.

 

Adultos

O trabalho com adultos visa a promoção da saúde psíquica e emocional do cliente. O objetivo é o “fechamento” de gestalts abertas, as quais, normalmente, causam problemas de ordem emocional.

Normalmente os clientes adultos que procuram ajuda psicológica trazem como queixa inicial: problemas de relacionamento afetivos e sexual, questões profissionais e de relacionamento interpessoal, questões familiares, desajustamento social, fobias, transtornos alimentares e de comportamento, depressão entre outras. No entanto, cabe destacar que, além dessas queixas, também procuram o serviço de psicoterapia adultos que desejam ter um grau maior de auto-conhecimento, ou que desejam pensar junto com um profissional especializado sobre determinadas áreas de sua vida.

Casais

Todos nós percebemos o quanto os papéis do homem e da mulher tem se transformado na sociedade. Antigamente, havia uma definição clara do que cabia a cada um: o homem como provedor, a mulher como aquela que deve cuidar da casa e dos filhos. A partir da década de 60, ocorreram muitas mudanças sociais, políticas e econômicas que fizeram com que se discutisse e se reformulasse o papel da mulher na sociedade. Entretanto, estas mudanças foram muito rápidas, o que dificultou a elaboração destas repercussões tanto para o homem como para a mulher, propiciando muitas vezes desentendimentos e desencontros nas relações amorosas. Este é um dos motivos que tem levado muitos casais a procurar uma psicoterapia de casal.

A psicoterapia de casal visa abordar e trabalhar os conflitos e dificuldades do relacionamento conjugal.

Familia

Terapia familiar é um tipo de psicoterapia que se aplica a famílias nas quais os membros possuem algum nível de relacionamento. A terapia familiar tende a compreender os problemas em termos de sistemas de interação entre os membros de uma família. Desse modo, os relacionamentos familiares são considerados como um fator determinante para a saúde mental e os problemas familiares são vistos mais como um resultado das interações sistêmicas, do que como uma característica particular de um indivíduo.

O foco de intervenção é voltado para o modo como os padrões de interação sustentam um problema e não para a identificação das suas causalidades. Considera-se que a família como um todo é maior do que a soma das partes.

Gestantes

Durante a gravidez ocorrem muitas mudanças físicas e emocionais na mulher. Seu corpo sofre transformações intensas e ela começa a se imaginar cuidando do bebê. Quando se trata de um primeiro filho, as fantasias e indagações sobre a gravidez, o parto e os cuidados com o bebê são mais intensas.

Elas costumam se perguntar:

“Será que essa foi a melhor hora para eu engravidar?”
“Vou ter um filho perfeito e saudável?”
“Sou mãe solteira...., como irei lidar com isso?”
“Será que vou sentir muita dor no parto?”
“Será que vou saber cuidar direito do meu bebê?”
“Vou entender o que ele quer quando ele chorar?”
“Será que vou ser igual a minha mãe ao cuidar de meu filho?”
“Vou conseguir dar atenção para meu marido, quando meu filho nascer?”
“Meu corpo vai ficar feio?”
“Como vou me sentir amamentando?”

Estes são apenas alguns dos inúmeros questionamentos que surgem durante a gravidez.

Com o objetivo de auxiliar a mulher neste período tão importante de sua vida, o trabalho com gestantes deve se iniciar na gravidez e seguir até o pós-parto.

Seminaristas / Noviços(as)
(para qualquer denominação religiosa)

Este trabalho visa atender a uma população específica, ou seja, trabalha especificamente a escolha pela vida religiosa ou sacerdotal, não importando qual seja a denominação religiosa. São focadas as motivações pela escolha do seminário, esclarecimentos sobre a vida religiosa, reflexões sobre vocação religiosa (“o Chamado de Deus”), votos e renuncias exigidos durante a formação e pós ordenação.

Líderes Religiosos

O trabalho é parecido com o dos seminaristas, mas aqui, se foca mais as experiências vivenciadas após a ordenação de padres, bispos, pastores ou qualquer tipo de líder religioso.

Pré-Nupcial para Noivos

Os preparativos para o casamento exigem dos noivos uma enorme gama de energia. Isso porque faz parte do sonho do casal que tudo saia do jeitinho que eles planejaram. No entanto, muitos casais se esquecem de que existe uma parte importantíssima nesses preparativos todos: o relacionamento entre eles!

Alguns noivos chegam a marcar a data do casamento porque imaginam que isso irá resolver os problemas que já existe desde a época do namoro, e, muitas vezes, se casam cercados de uma ilusão que não dura mais do que alguns meses.

O atendimento para noivos visa justamente trabalhar os problemas que já existem e prevenir outros que podem aparecer no futuro.

Orientação Vocacional

Existem momentos que precisamos direcionar nossa vida profissional e o primeiro passo é saber qual profissão seguir. Isso acontece muitas vezes no final da adolescência, na época do vestibular, mas, também pode acontecer quando você já é um profissional, trabalha em determinada área e sente a necessidade de mudar de profissão. A orientação e re-orientação vocacional podem auxiliar nessa decisão, com uma metodologia de direcionar seus questionamentos e ações, você se conhece e descobre qual será o melhor caminho para si mesmo.

Atendimento individual de dez a doze sessões.

 

© W3 Projetos - 2009 - Todos os Direitos Reservados